operador fabril

As indústrias que executam numerosos processos complexos ou que fabricam produtos de grande dimensão utilizam equipamento pesado para assegurar uma produção mais rápida, segura e rentável. Isto levou a uma grande procura de operadores fabris qualificados para manusear essas máquinas de forma segura e eficiente. Continua a ler para saberes o que este cargo implica, incluindo os requisitos, responsabilidades, e salário expectável.  

empregos como operador fabril
1

o que é um operador fabril?

Um operador fabril é um profissional que opera, monitoriza e mantém a maquinaria numa instalação industrial. Desempenham atividades como escavação, elevação, britagem de rochas, e transporte de materiais de um local para outro. Quando se consegue um trabalho como operador fabril, espera-se manusear máquinas como gruas, retroescavadoras, escavadoras, bulldozers, e escavadoras de valas, entre outras. As fábricas industriais modernas possuem máquinas e equipamentos altamente automatizados que permitem a utilização de controlos informáticos para lidar com diferentes processos dentro da indústria. Nesses casos, é possível que monitorizes o progresso, observes as sondas de medição, verifiques as válvulas, e operes alarmes e interruptores a partir de uma sala de controlo centralizada.

operadores fabris em várias indústrias 

Como operador de uma fábrica, tens a oportunidade de trabalhar numa vasta gama de indústrias. Vais conseguir um emprego em centrais elétricas, serviços públicos, tratamento de águas residuais, ou instalações químicas. As indústrias transformadoras, refinarias, gás e petróleo também contratam operadores fabris. Algumas pessoas optam por se especializar num determinado tipo de maquinaria, pelo que trabalham numa única parte do processo industrial. Se quiseres obter ofertas de emprego mais bem pagas, é uma boa ideia que desenvolvas competências em várias máquinas e equipamentos, para que possas trabalhar em todas as partes do processo.

trabalhos como operador fabril    

114.jpg
114.jpg
2

salário médio de um operador fabril

Em média, segundo a Talent, um operador fabril ganha um salário base de cerca de 6,15 euros por hora, correspondentes a 12 mil euros anuais e a 1000 euros mensais. Dependendo da empresa para a qual trabalhas, poderás também receber um valor apelativo em horas extraordinárias. As empresas de produção, energia e serviços públicos tendem a pagar mais por esta função. Este é um trabalho cujo salário depende igualmente da experiência, sendo que posições de nível inicial poderão auferir 9,302 euros anualmente, enquanto que os trabalhadores mais experientes podem chegar a receber 15 mil euros por ano.

fatores que influenciam o pagamento de um operador fabril 

As faixas salariais de um operador fabril variam consoante as suas qualificações educacionais, a sua experiência, a certificação que possui, a indústria em que trabalha, e a região onde trabalha. Por exemplo, um trabalhador de nível inicial poderá ganhar bastante menos do que um trabalhador com uma melhor formação e experiência. Além disso, setores como os tratamentos de água, operadores fabris em fábricas químicas ou técnicos especializados em centrais elétricas poderão também ter um salário melhor.  

3

tipos de operador fabril

Encontrarás vários títulos de emprego nesta profissão. Um operador de uma central elétrica controla, gere e mantém sistemas que geram ou distribuem eletricidade. Um operador de sala de controlo monitoriza todos os processos na central para assegurar que cada equipamento funciona corretamente. Por outro lado, um operador de tratamento de água gere as máquinas e sistemas que transferem e tratam as águas residuais. As funções envolvem a monitorização dos contadores, a realização de ajustes do equipamento, a recolha e o tratamento das amostras de água. O trabalho de um técnico de instalação é semelhante ao de um manobrador de máquinas, e a sua principal função é monitorizar o funcionamento do equipamento da instalação industrial. As tuas funções vão desde a instalação das máquinas, atualização do equipamento, inspeção de avarias, até à implementação de soluções para áreas vulneráveis para otimizar o funcionamento das instalações. Um engenheiro estacionário opera equipamento fixo como motores a vapor e caldeiras. Necessitas também de realizar manutenções e reparações regulares para esse equipamento.

4

trabalhar como operador fabril

Uma das principais vantagens de trabalhar como operador fabril é que tens a possibilidade de utilizar tecnologia de ponta em algumas das maiores instalações industriais. Isto aumentará a tua experiência, criando oportunidades de progressão no emprego. Aqueles que trabalham ao ar livre podem desfrutar de alguma aventura ao trabalharem em regiões remotas e interagirem com pessoas de diferentes culturas. Esta ocupação também oferece uma gama de desafios únicos, e é gratificante utilizares a tua perícia e capacidade de resolução de problemas para criares soluções para questões complexas. Se conseguires um emprego numa estação de tratamento de água ou numa central elétrica, terás uma sensação gratificante de fornecer serviços vitais a uma comunidade. Trabalhar como operador de uma central mantém tanto o teu corpo como a tua mente em forma e saudáveis. Tens de te deslocar de um local para outro e, por vezes, em locais diferentes, o que te ajuda a manteres-te ativo. Dependendo da empresa para a qual trabalhas, desfrutarás de alguns benefícios adicionais como seguro de saúde, de vida e de invalidez. Outros oferecem até licenças pagas, bónus de horas extraordinárias, férias, e planos de reforma.

Embora cada trabalho seja diferente, se estás ansioso por ser um operador fabril, tome o tempo necessário para te familiarizares com as responsabilidades, as condições de trabalho, os horários de trabalho e as perspetivas de emprego.

descrição do trabalho como operador fabril 

Como operador fabril, há várias tarefas de maquinaria que terás de realizar todos os dias. Embora os papéis variem de uma indústria para outra, as principais funções de um operador fabril incluem as seguintes responsabilidades.

supervisão das operações das instalações O trabalho dos operadores de instalação envolve a monitorização das operações da instalação através de um sistema de monitorização computorizado. Para teres sucesso nesta carreira, certifica-te de que compreendes as operações complexas e simples de todas as máquinas dentro da fábrica.

 

  • reparar as máquinas Um operador fabril deve detetar precocemente sinais de mau funcionamento e deve iniciar procedimentos de reparação apropriados. As avarias acontecem frequentemente e é necessário um conhecimento profundo de cada processo dentro da empresa para resolveres esses problemas. Antes de chamares um mecânico, deves tentar resolver o problema reiniciando os sistemas ou realizando pequenas reparações.
  • embarque e desembarque de cargas e descargas Nas instalações industriais, há sempre camiões ou vagões com cargas que precisam de ser desembalados ou enviados. Com base na indústria em que trabalhas, ou se carrega e descarrega fisicamente os camiões ou se supervisiona as operações.
  • garantir a adesão à segurança As funções de um operador fabril estendem-se à realização de controlos de segurança nas máquinas. É também teu dever garantir que a empresa segue os protocolos de segurança e os códigos legais durante a operação do equipamento, com a finalidade de minimizar o risco de danos ao pessoal ou de danos às máquinas.
  • manutenção das máquinas e das instalações da fábrica Um operador fabril lubrifica e limpa a maquinaria e o equipamento. Também limpa o local de trabalho para o manter livre de resíduos. Outras responsabilidades de um operador de uma fábrica incluem:

- Manutenção de registos diários para todas as leituras do equipamento - Gestão da comunicação sobre questões operacionais entre os colegas de trabalho e a direção - Instalar as máquinas de acordo com as especificações - Transporte das máquinas de e para o local de trabalho 

5

educação e aptidões

Se quiseres tornar-te um operador fabril, precisas de ter alguma formação teórica e o licenciamento adequado, bem como de te preparares para uma formação extensiva. As qualificações variam de uma fábrica para outra, mas os empregadores procuram os seguintes requisitos.

  • educação No mínimo, irás precisar de ter um diploma do secundário ou de um curso profissional que te dê equivalência ao 12º ano para te tornares um operador fabril. Pessoas com sólidos conhecimentos matemáticos e científicos destacam-se nesta profissão. Os empregadores, especialmente em empresas de maior dimensão, preferem a formação universitária ou a licenciatura numa escola profissional. Aqueles que querem trabalhar em empresas de construção ou de movimento de terras devem idealmente formar-se com um curso que ofereça competências ao nível das operações fabris. Se quiseres avançar na sua carreira para atraíres melhores oportunidades e salários mais elevados, considera a possibilidade de fazeres um mestrado.
  • certificações Em algumas indústrias, é necessário que obtenhas algumas licenças antes de começares a trabalhar; esta certificação variará de uma indústria para a outra. Se quiseres trabalhar numa central nuclear, precisa de passar nos exames da Comissão Reguladora da Segurança das Instalações Nucleares. Para manteres a licença, terás de solicitar a sua renovação periódica e de fazer os exames médicos solicitados. Os requisitos de certificação alteram-se de acordo com o setor para o qual trabalhas, podendo também ser exigida a certificação de Técnico de Saúde e Segurança no Trabalho ou de Operador de Sistemas, entre outros. Deves ter em mente que uma mudança de setor pode implicar a aquisição de novas licenças, podendo ser necessário que obtenhas outras licenças para trabalhares em locais diferentes.
  • formação Os operadores fabris precisam de passar por uma formação rigorosa tanto nas instituições técnicas como no local de trabalho. Irás ganhar experiência através da celebração de um contrato de formação formal com um empregador. Podes esperar passar um mínimo de 30 horas por semana a trabalhar sob a supervisão de funcionários superiores para ganhares experiência. Uma vez terminada a tua formação, podes candidatar-te a um programa de estágio para adquirires algumas competências práticas. Mesmo os operadores fabris totalmente qualificados necessitarão de formação regular para atualizarem as suas competências.

aptidões e competências 

Para teres sucesso como operador fabril, as seguintes competências serão necessárias.

  • atenção aos detalhes Um operador fabril precisa de prestar muita atenção a pequenos detalhes. Lembra-te de que o teu trabalho envolve a monitorização de controlos complexos para garantires que tudo funciona corretamente.
  • capacidade de pensamento crítico Esta ocupação adequa-se também a pessoas que interpretam rapidamente a informação e que tomam decisões lógicas. É necessário identificares os pontos fortes e fracos de vários equipamentos e máquinas e depois desenvolveres as melhores soluções para qualquer problema.
  • capacidade de escuta ativa e de comunicação Como operador fabril, irás trabalhar com outros membros da equipa, e precisas de comunicar eficazmente as informações vitais. Deverás também prestar atenção ao que os outros dizem, compreender todas as instruções, e fazer perguntas relevantes. Nota que simples erros de comunicação resultam em perdas dispendiosas e perda de tempo em instalações industriais.
  • concentração Os operadores fabris devem estar muito atentos, uma vez que frequentemente precisam de ler e compreender instruções escritas relacionadas com o seu trabalho. A realização de testes e avaliações de produtos também requer um elevado nível de concentração. Durante o funcionamento das máquinas, deves prestar atenção aos reatores de temperatura e outros parâmetros operacionais. Outras competências que beneficiarão qualquer pessoa que pretenda tornar-se um operador de uma central incluem:Boa coordenação
    • Excelente capacidade de análise
    • Alta precisão durante o trabalho numa sala de controlo
    • Competências mecânicas
    • Consciência do tempo
    • A capacidade de trabalho sob pressão
6

FAQs

Aqui estão as perguntas mais frequentes sobre trabalhar como operador fabril.  

thank you for subscribing to your personalised job alerts.