operador de armazém

Trabalhar como operador de armazém é um trabalho prático que requer resistência física e competências na operação de maquinaria pesada. Se conseguires lidar com um trabalho fisicamente exigente, então um trabalho como operador de armazém pode adaptar-se perfeitamente a ti. Trabalharás em ambientes de armazém, num ritmo acelerado, para assegurares a distribuição dos produtos dos fabricantes para as lojas.

 

empregos como operador de armazém
1

o que é um operador de armazém

Como operador de armazém, o teu papel principal é desempenhar tarefas de armazenamento, como o manuseamento de matérias-primas para uma empresa de fabrico ou produção. Após a produção, asseguras o depósito adequado dos produtos acabados para manter a sua frescura e qualidade. Os operadores de armazém são também responsáveis pela distribuição em armazéns ou instalações de armazenamento. Na distribuição, embalam os artigos encomendados e preparam-nos para a expedição. Também processam os envios através da triagem, carga ou descarga dos artigos que entram ou saem do armazém. 

Quando os artigos chegam ao armazém, deves confirmar se estes correspondem aos documentos de expedição que os acompanham e se os artigos estão nas quantidades exatas expressas nas faturas. Para além das tarefas manuais, um operador de armazém também prepara e verifica os documentos de expedição. Isto assegura que as mercadorias sejam bem cuidadas durante o transporte e cheguem ao seu destino com a máxima qualidade.

o que faz um operador de armazém?

Como operador de armazém, trabalhas principalmente no setor logístico de grandes empresas de atacado e retalho. Qualquer empresa com um grande centro de distribuição ou uma instalação de armazenamento para guardar as suas mercadorias antes de as enviar para lojas físicas necessita de operadores de armazém. Também podes ser responsável pelo transporte, incluindo a condução de grandes camiões de um armazém para outro.

Trabalhar como operador de armazém adequa-se ao teu interesse de trabalhar num serviço prático? Então continua a ler para saberes de que competências e qualificações necessitas para prosperares num papel como operador de armazém.

 

o que é um operador de armazém
o que é um operador de armazém
2

salário médio de um operador de armazém

Segundo a Talent, um operador de armazém de nível inicial recebe, em média, 9.302 euros anuais. À medida que a sua experiência aumenta e o operador ganha mais competências, o seu retorno financeiro pode chegar a atingir os 15 mil euros anuais. Em Portugal, o salário médio de um operador de armazém é de 1.095 euros mensais, correspondentes a 6.74 euros por hora e a 13.143 euros anuais. Algumas empresas pagam à hora ou semanalmente, especialmente quando funcionam por horários de turnos. Os operadores de armazéns também usufruem do pagamento de horas extraordinárias e outros benefícios do empregador. Por exemplo, os trabalhadores permanentes poderão beneficiar de subsídios médicos e de alimentação. Os bónus de final de ano também são frequentes neste trabalho.

que fatores influenciam o salário de um operador de armazém?

O teu salário como operador de armazém depende muito da indústria para a qual trabalhas. Por exemplo, quando trabalhas em empresas retalhistas, o teu pacote de remuneração difere dos que trabalham na produção e logística. A carga de trabalho varia, e os procedimentos de manuseamento de materiais exigem competências especializadas. Assim sendo, os salários refletem a complexidade e o âmbito das tuas funções. As horas de trabalho também influenciam o salário. Os trabalhadores por turnos que trabalham no horário noturno podem ganhar mais, uma vez que trabalham horas de trabalho regular. As grandes empresas multinacionais com grandes armazéns tendem a pagar mais do que as pequenas empresas com armazéns de média dimensão. A localização também determina o salário devido à oferta de trabalho para a função. Por exemplo, se trabalhares em Lisboa, o teu salário poderá ser mais elevado devido ao elevado custo de vida e ao facto de existir uma maior procura por trabalhadores para as funções de operador de armazém.

3

tipos de operador de armazém

Os tipos de operadores de armazém dependem dos papéis que estes desempenham no armazém. Alguns deles incluem:

  • recetor: como recetor, serás um operador de armazém encarregado de receber as encomendas recebidas. Isso significa que o teu trabalho é registar novas matérias-primas ou mercadorias que chegam ao armazém. Também confirmarás se as mercadorias finais são recebidas em boas condições e verificarás a lista de pacotes para garantir que as quantidades correspondem à fatura.
  • operador de empilhador: o teu trabalho é transportar mercadorias pesadas pelo armazém utilizando equipamento especializado. Para além de deslocares os carregamentos de entrada para o espaço de armazenagem ideal, retirarás os artigos de saída e irás carrega-los nas docas ou nos camiões.
4

trabalhar como operador de armazém

Trabalhar como operador de armazém dá-te inúmeras possibilidades. Algumas das funções, responsabilidades e horários de trabalho que se podem esperar são explicados abaixo.

Algumas das tarefas que o operador de armazém realiza incluem:

  • inspeção dos produtos recebidos: um operador de armazém recebe todas as mercadorias e materiais entregues no armazém. O seu trabalho é descarregar a mercadoria e verificar a expedição. Irá inspecionar as embalagens e registar os danos antes de assinar a entrega. É também essencial contar os contentores e verificar os documentos de expedição.
  • organização dos artigos no armazém: após receber uma encomenda, terás de separar os bens e movê-los para o armazém. É crucial a identificação das condições de armazenamento apropriadas para os artigos, para assegurar a manutenção de padrões de alta qualidade. Se os bens necessitarem de refrigeração ou equipamento de armazenamento especializado, deverás organizá-los.
  • processamento de mercadorias na saída: quando um cliente faz uma encomenda, irás processar as mercadorias e assegurar-te de que são enviadas a tempo. Recolherás as encomendas no armazém e irás embalá-las em caixas ou caixotes para entrega. Prepararás também os documentos de expedição para o envio. 
  • registo da informação do produto: como operador de armazém, manténs o inventário no armazém. Isto significa manter um registo das mercadorias que entram e saem. É necessário que registes informações sobre os produtos, utilizando scanners de códigos de barras ou software de gestão de armazém, uma vez que irás tratar de grandes quantidades de mercadorias.
  • manter registos detalhados das faturas e documentos de entrega: como operador de armazém, asseguras-te de que a entrega das mercadorias é feita corretamente. É necessário que mantenhas os documentos relativos a cada expedição, incluindo faturas, o número de artigos entregues e de camiões de transporte.
  • otimização do espaço no armazém: ao organizares os artigos no armazém, é necessário que faças a gestão do espaço para armazenar a quantidade máxima de mercadorias.
5

educação & qualificações

Para te tornares um operador de armazém não é necessária formação específica, mas precisas de experiência no manuseamento de mercadorias. Algumas das formas de entrar para a profissão incluem:

  • aprendizagem/estágio: podes tornar-te um operador de armazém através de uma aprendizagem e realizares um curso profissional enquanto trabalhas. Ao estagiário ou aprendiz será pedido que tenha conhecimentos de matemática e inglês. A formação no local de trabalho pode ajudar na aquisição das competências mais relevantes para o trabalho.
  • experiência profissional: é possível iniciares a tua carreira como trabalhador temporário ou sazonal enquanto operador de armazém. Não necessitarás de qualificações curriculares formais, mas alguns empregadores podem pedir que tenhas terminado o ensino secundário ou um curso profissional com equivalência ao 12º ano. Podem ainda pedir as competências informáticas básicas para gerires software de gestão de armazéns.

aptidões e competências

Para o sucesso profissional, é necessário que desenvolvas as seguintes competências:

  • competências organizacionais: como operador de armazém, é necessário estares organizado para que todas as funções do armazém funcionem de forma eficiente. Com as competências de organização, é possível otimizares o espaço disponível e catalogares os produtos na unidade de armazenamento para facilitares a sua localização por outros trabalhadores. Também irás gerir horários agitados, organizando estrategicamente as áreas de carga e descarga.
  • competências de TI: um operador de armazém deve ter competências informáticas básicas para gerir grandes armazéns que utilizam sistemas de gestão de armazéns. As competências informáticas ajudam-te a registar a informação correta dos produtos e a codificá-los corretamente antes do seu armazenamento. A utilização de leitores de identificação por radiofrequência também requer conhecimentos básicos de informática.
  • destreza: é necessária uma forte coordenação entre mãos e olhos para seres operador de armazém. A destreza ajuda-te a minimizar erros e a aumentar a produtividade global ao leres encomendas de embalagens e etiquetas de caixas ou ao contares os itens manualmente.
  • capacidade de resolução de problemas: trabalhar num ambiente de armazém é um desafio, e podes deparar-te com avarias no funcionamento do equipamento. Com a capacidade de resolução de problemas podes resolver os problemas e garantir que o armazém funciona sem falhas.

 

6

FAQs

Perguntas frequentes (FAQ’s) sobre trabalhar como operador de armazém

 

thank you for subscribing to your personalised job alerts.