Em mais uma re(talk), João Zúquete da Silva, CCO da Altice e Pedro Empis, Diretor de Outsourcing da Randstad Portugal, relembram a necessidade de agilidade e colaboração nos tempos desafiantes que enfrentamos atualmente.  Para a continuidade do negócio, a virtualização dos postos de trabalho e o work from home é indispensável o trabalho em parceria para aumentar a capacidade de reação. O confluência entre planos de contingência de parceiros viabiliza esta capacidade de enfrentar o desconhecido, continuando a garantir a segurança das pessoas e a sua produtividade.


Apesar do inesperado, para manter o seu funcionamento eficiente as empresas devem tomar partido do aceleramento do processo de aprendizagem digital que presenciam.  Embora seja um desafio monitorizar a performance de funcionários que agora abraçam diferentes desafios, ressaltam a importância da motivação e entrega em detrimento dos horários rígidos e inflexíveis. 


O paradigma alterou-se, os processos foram obrigados a mudar e as empresas também devem ser ágeis e adaptáveis face aos desafios, mesmo com condições de trabalho improvisadas. As lideranças devem ser empoderadas e demonstrar inteligência emocional enquanto mantém os colaboradores motivados e ocupados.
A conversa termina com uma mensagem positiva: estamos muito mais tecnológicos, mas falamos com mais pessoas e com mais frequência do que antes, ou seja, também estamos mais humanos.