É uma daquelas pessoas cujos boletins de avaliação da escola primária anotavam constantemente para que não estava a conhecer "o seu potencial"? Não está sozinho. Trabalhar ao nível do seu potencial pode desafiar todos os aspectos da sua vida, pessoal e profissional. O "potencial" é um alvo em movimento e depende de muitos outros fatores e um campo minado ambíguo, definido por padrões que muitas vezes não são da sua autoria.

Randstad_Atlanta-Kloubert-04-17_106.jpg

O potencial é diferente para todos

A frase "viver à altura do seu potencial" é enganadora porque sugere que só há uma coisa em que será bom ou para a qual deve trabalhar, quando, na verdade, há um número ilimitado de caminhos que pode seguir, e onde será capaz de atingir diferentes graus de sucesso. Refletindo no número finito de anos que temos para viver (e trabalhar), estamos reduzidos a uma lista muito curta de opções de carreira e de opções de vida. Viver à altura do seu potencial só pode ter lugar dentro desse número limitado de opções. O seu potencial "verdadeiro" provavelmente está fora das opções realistas de que dispõe, quer seja o seu potencial  no mundo do trabalho ou como pai, parceiro, filho ou filha, ou até mesmo amigo.

Encontre sentido no que faz

Trabalhar para atingir o seu "verdadeiro potencial" só funciona se lhe fizer sentido e trouxer satisfação e realização. Por exemplo: era um génio da ciência na escola, concentrado em tornar-se um cirurgião cerebral, mas por qualquer razão - finanças ou circunstâncias fora do seu controlo - o seu sonho ficou aquém das expectativas. Pode considera-se um fracasso por isso, não conseguir sentir-se realizado ou alegre em qualquer outra carreira, ou pode optar por praticar aquilo a que os especialistas chamam de alterar as suas preferências. Cabe-lhe a si criar expectativas para si próprio. Pense positivo, por vezes encontrar um novo objectivo é o caminho a seguir para atingir o seu potencial.

Aprenda a adaptar-se

Aprenda a adaptar-se quando a vida o surpreende. Talvez não seja talhado para se tornar um cientista de renome mundial que cura o cancro. Mas talvez possa aplicar o seu cérebro científico e os seus estudos a outro campo, do qual também possa obter satisfação e orgulho. Talvez seja uma grande enfermeira, ajudando a cuidar dos outros. Por outras palavras, pode optar por ser feliz e encontrar uma nova direção, mesmo que não esteja a seguir o caminho que outrora esperava. Pode não conseguir  o que esperava, mas se estiver feliz e realizado com a sua nova direção, isso é o que importa.

Escolha o seu próprio caminho

Há mais do que uma forma de encontrar a sua vocação. Pare de tentar encaixar o seu caminho numa caixa estreita. Relaxe. Respire. Pare de se julgar severamente e comece a criar oportunidades para criar auto-confiança. Permita-se cometer erros e aprenda com eles. Concentre-se em ser a melhor versão de si mesmo em vez de se fixar em alcançar todo o seu potencial; caso contrário, estará distraído e a sua capacidade de desfrutar da vida e as escolhas que fizer pelo caminho serão limitadas.

 

A beleza da vida é a nossa capacidade de evoluir, mudar e crescer. Ao permanecer aberto a múltiplas oportunidades, está de facto a realizar um potencial que nunca soube que tinha. Ironicamente, ao não se concentrar em atingir todo o seu potencial, pode realmente atingir o seu verdadeiro potencial. E seja feliz enquanto o faz!

fonte:  randstad canada