No contexto actual de pandemia, muitos trabalhadores viram o seu posto de trabalho mudar de local. Quem antes tinha um trabalho num escritório, com condições de saúde e segurança implementadas, neste momento encontra-se em casa, em que o seu posto de trabalho pode ficar na sala, no escritório ou até mesmo na mesa de jantar. 

Face a estas mudanças conseguimos ter em nossa casa um posto de trabalho ergonomicamente adaptado?

Pode ser mais difícil mas não é de todo impossível. Vamos recorrer ao que temos à nossa volta, ao que usamos em nossa casa para melhorar o nosso posto de trabalho em contexto familiar. 

Em primeiro lugar, o local. Onde podemos desempenhar as nossas tarefas laborais na nossa casa? Isso depende do espaço de cada um… Se tivermos um escritório ou uma sala resguardada de toda a azáfama familiar melhor, se tal não for possível vamos então encontrar um local que seja o “nosso canto”, mesmo que seja na mesa de jantar. Mesa, cadeira e uma boa exposição solar. A iluminação é muito importante em ergonomia e ter um posto de trabalho com iluminação natural vale ouro, contudo não podemos esquecer que essa iluminação deve incidir lateralmente e nunca de frente nem de costas, se tal acontecer vamos então baixar os estores para evitar encadeamentos e reflexos nos ecrãs de trabalho.

Depois começa a jigajoga mesa/cadeira. 1º passo: altura da mesa ao nível do cotovelo. Tudo certo, mas a minha mesa é mais alta e não é ajustável em altura. Passamos à cadeira, a cadeira é ajustável em altura? Conseguimos elevar o assento de forma a estarmos com a mesa ao nível dos cotovelos? Se sim, perfeito. Se não, temos que encontrar alternativas… A alternativa que podemos encontrar em casa que nos faça elevar o assento da cadeira é uma almofada. Colocamos a almofada para ficarmos mais altos e termos os cotovelos ao nível da mesa. Agora os pés ficam a balançar… Não pode ser, os pés devem estar bem apoiados e para isso vamos recorrer a uma caixa ou algo semelhante e apoiar os pés sobre a mesma.

Por fim vamos adaptar os equipamentos de trabalho. A parte superior do ecrã deve estar ao nível dos nossos olhos. Se o ecrã não for ajustável em altura, ou se for um computador portátil, a solução é colocar por exemplo resmas de papel ou uma caixa a fazer altura por baixo do ecrã. Se o nosso equipamento de trabalho for um computador portátil então temos mais um problema, o teclado e o rato ficam elevados. Portáteis… óptimos para transportar, péssimos para a postura… Neste caso não há milagres, a solução é usar um teclado e um rato externos. 

Estarmos em casa em teletrabalho não é razão para descurarmos as pausas, elas são essenciais para a recuperação muscular e mental. Beba o seu café, converse com alguém, não deixe de fazer o que fazia quando estava no escritório da empresa. Cumpra o seu horário, aproveite o tempo que estaria a gastar nos transportes para estar com a família ou a fazer o que mais gosta.

Ao adoptarmos estas estratégias para melhoria do nosso posto de trabalho conseguimos ter uma maior disposição física e mental para encarar as tarefas que temos que realizar na nossa actividade laboral, o que vai levar a um aumento de produtividade e satisfação no trabalho.

No final de contas não importa o lugar, o importante é estarmos bem, a todos os níveis!

 

about the author
Patrícia Costa

Patrícia Costa

escrito por

Quality and Safety Specialist na Randstad Portugal