Num mundo cada vez mais Tech & Touch, a pandemia do COVID-19 está a alavancar aquilo que acreditamos ser o desenvolvimento em Portugal da Revolução Industrial 4.0, prevendo-se um incremento dos investimentos industriais em tecnologia de forma a revolucionar os seus processos. A Indústria 4.0 é essencialmente caracterizada pela fusão conceptual de tecnologias que encurtam a fronteira entre os sistemas físico, digital e o ser humano.


A evolução eletrónica a nível mundial remonta-nos aos meados dos anos 50, ficando associada ao aparecimento de sensores e tecnologias digitais, possibilitando automatizar e controlar processos de produção com pouca intervenção humana. Felizmente, nos dias de hoje, o conceito é idêntico, mas verificamos a extensão da tecnologia em muitas mais áreas, permitindo reduzir a intervenção humana e canalizar o esforço dos colaboradores para áreas estratégicas e de pensamento crítico, fundamentais para o desenvolvimento e diferenciação das indústrias.  

Face a todas as transformações digitais e à mudança do paradigma do trabalho potenciada pelo surgimento da pandemia mundial do COVID-19, o futuro reserva-nos um crescimento de áreas específicas de recrutamento, nomeadamente Automação, Sistemas Inteligentes, Big Data, Digitalização, Cloud Computing, Engenharia de Processos, Manutenção preventiva, Logística e Melhoria Contínua.
 

Tal como mencionado pelo Presidente da República, “em tempos de guerra a produção não pode parar”, portanto as industriais têm de estar preparadas para continuar a produzir a um ritmo constante com menos pessoas nas instalações é um dos factores que poderá potenciar para tal é o aproximar do modelo industrial 4.0.
 

O “Work from Home” e a Indústria 4.0, ou quem sabe 5.0, vieram para ficar e nós #estamosaqui, preparados para ajudar a potenciar a Indústria nesta mudança!

 

about the author
André Silva

andré nunes silva

hr consultant, engineering & industry, randstad professionals