Segundo um estudo da McKinsey, pelo menos 30% da população activa, na Europa e nos Estados Unidos, têm algum tipo  de trabalho independente. Desses, os trabalhadores temporários tornaram-se um pilar estratégico em setores como indústria, logística, automóvel e  outras indústrias relacionadas, em todo o mundo. 

Esta tendência está a crescer à medida que as empresas líderes apostam neste grupo de trabalhadores, num momento de incerteza económica. As empresas procuram investimento mais flexível em talentos mas, ao mesmo tempo, lutam contra a escassez de perfis especializados. Como resultado, a captação de talentos temporários está cada vez mais difícil.

As empresas, em qualquer ponto da cadeia de abastecimento, conseguem uma vantagem estratégica com  trabalhadores temporários, mas precisam de se diferenciar, para que a sua marca como empregador seja excepcionalmente atractiva para estes. Caso contrário, perderão o talento para os concorrentes dentro e fora dos seus sectores. Os líderes de RH e de operações devem investir tempo a compreender as preferências destes trabalhadores, em mudanças organizacionais, e construir uma base de dados sustentável de talento temporário que garantam a continuidade do seu negócio.

Como irá adaptar a estratégia de recrutamento de talentos?

Chegou o momento de reescrever a sua proposta de valor do trabalhador (EVP) para incorporar as preferências dos trabalhadores temporários. Este artigo demonstra como os líderes de RH e de operações na produção e logística, podem destacar-se para estes trabalhadores 

novos desenvolvimentos no mercado de trabalho temporário

A pandemia forçou um realinhamento da mão-de-obra global, levando os trabalhadores de empresas em falência e indústrias em contracção a novos papéis e tipos de trabalho alternativos. Entretanto, as empresas dos sectores em crescimento estão a optimizar as formas como atraem e adquirem novos talentos.

Como resultado, empresas de todas as dimensões estão a aumentar significativamente a utilização de talentos temporários. Dados do Talent Trend Report 2021 da Randstad Sourceright, indicam que as conversões para papéis temporários aumentaram para 22% em 2021. A percentagem média de trabalhadores temporários continuará também a crescer, atingindo 24% em 2022 e 29% em 2030, relatórios Staffing Industry Analysts.

Ainda assim, a identificação e aquisição do talento continua a ser um dos maiores desafios na indústria transformadora e indústrias relacionadas, muitas vezes motivado por percepções negativas dos trabalhadores. Nesse sentido, as equipas de RH e operações estão a conduzir o sucesso da sua empresa, com base na capacidade dos seus líderes de se adaptarem a uma força de trabalho e economia global mais fluida.

Isto é especialmente importante para as grandes empresas de manufatura, logística e automóvel, que precisam de trabalhadores temporários para gerir as flutuações da produção. O talento temporário é uma forma altamente eficaz de abordar as crescentes deficiências de competências, melhorar os custos, e aceder rapidamente ao talento especializado também nestas e noutras indústrias relacionadas.

Apesar da escassez de competências e da concorrência crescente, as empresas também beneficiam com a contratação de trabalhadores temporários - desde que sejam capazes de adaptar a sua proposta de valor aos objetivos e necessidades destes trabalhadores.

o que é que os trabalhadores temporários querem?

Geralmente, os trabalhadores temporários procuram num emprego os mesmos benefícios pessoais que os trabalhadores permanentes. Uma abordagem de senso comum que dê prioridade ao bem-estar dos trabalhadores temporários é essencial, nesse sentido.

Mas o trabalho temporário é muitas vezes mais do que um meio para atingir um fim para estes trabalhadores. Há dezenas de razões orientadas para a carreira que podem levar os trabalhadores a escolher papéis temporários. É necessário determinar como as suas motivações se alinham com os objetivos da empresa.

Por exemplo, o trabalho temporário oferece continuidade de emprego quando uma pessoa é despedida. Os trabalhadores podem ganhar experiência prática com ferramentas digitais, ao mesmo tempo que as empresas vão sofrendo um processo de transformação digital. Cada vez mais, os papéis temporários também se alinham com estes processos de aprendizagem.

Deve começar por avaliar o impacto que o seu EVP pode ter nos trabalhadores temporários que estejam a considerar trabalhar com a sua empresa. Como todos os trabalhadores, também estes trabalhadores temporários querem sentir-se valorizados - que fazem parte da equipa, embora os seus papéis sejam diferentes dos dos trabalhadores permanentes. De acordo com a SAP:

Quanto mais crítica for a utilização de trabalhadores temporários, mais os empregadores precisam considerá-los ao abordar o compromisso e as preocupações culturais para o resto da sua força de trabalho. Embora possa ser mais fácil pensar que cada temporário sairá demasiado cedo para colher quaisquer benefícios dos esforços de desenvolvimento, as empresas precisam de reajustar a sua perspectiva.

SAP News, "O que é mais importante para os seus trabalhadores temporários".

Na indústria, os trabalhadores temporários mudam frequentemente de emprego quando lhes é oferecido apenas um pequeno aumento. Mas uma taxa horária mais elevada por vezes não é o "benefício" mais atractivo para os estes trabalhadores. Oportunidades de formação, apoio familiar, e mesmo um ambiente de trabalho agradável são procurados, mas nem sempre estão disponíveis para os trabalhadores em funções temporárias. Como resultado, podem ser um ponto de atração único e muito relevante para estes candidatos.

reforçar o seu EVP com o que mais importa ao talento temporário

Deve, portanto, identificar o que é mais valioso para os trabalhadores temporários nos papéis para os quais precisa deles. Comece por fazer perguntas essenciais sobre estes trabalhadores, como por exemplo:

Os "benefícios" que oferecemos são opções atrativas para os trabalhadores temporários na nossa indústria?

O que é desejável: remuneração competitiva, desenvolvimento de carreira, ou oportunidades de trabalho permanente?

Ao recrutar, qual é o impacto da missão da nossa empresa na nossa "marca" de talento temporário?

Como podemos melhorar a nossa "marca" e cultivar a nossa própria comunidade de trabalhadores temporários?

A questão de fundo: Se os trabalhadores temporários são uma parte essencial do seu negócio, não deve considerá-los apenas como mão-de-obra temporária. A adopção de um EVP mais forte para o talento temporário e o desenvolvimento de uma abordagem mais matizada do recrutamento podem ajudar.

5 coisas que pode fazer para começar a atrair talento temporário

Vamos analisar mais de perto os fatores mais importantes para atrair o talento temporário. Examinaremos como estes fatores influenciam o seu EVP e o que pode fazer para agir sobre eles. Com o tempo, poderá construir um modelo de recrutamento temporário mais resiliente, mesmo quando trabalhadores temporários individuais chegam e partem das suas fileiras.

1. proporcionar oportunidades de crescimento na carreira

Os salários competitivos são o benefício de carreira mais direto que se pode oferecer aos trabalhadores temporários. Mas os salários não são o único factor competitivo nesta área. O desenvolvimento de competências e oportunidades de progressão são fatores distintivos que podem atrair talento e fazê-lo destacar-se dos seus concorrentes.

Por exemplo, os programas de educação popular muitas vezes não proporcionam aos trabalhadores competências na indústria. Isto é especialmente verdade nas indústrias de manufatura, logística e automóvel, onde são necessárias competências especializadas. A sua empresa pode tanto preparar talentos para as funções para as quais os emprega como proporcionar-lhes formação prática que os ajudará a construir as suas carreiras a longo prazo.

À medida que estas e outras indústrias se transformam - com a digitalização, por exemplo, a qualificação e requalificação dos seus trabalhadores permanentes é fundamental. A formação relacionada pode tornar-se mais do que um investimento nas suas equipas internas. Proporcionar estas oportunidades aos trabalhadores temporários preenche os seus requisitos internos enquanto constrói uma marca temporária mais atractiva.

2. oferecer horários flexíveis

Já um quarto dos trabalhadores globais quer horários flexíveis para acomodar o equilíbrio entre trabalho e vida privada, e mais de um terço afirma preferir um horário híbrido, revelou o Talent Trends Report 2021. Os trabalhadores que cuidam de entes queridos, que prosseguem estudos superiores, ou que trabalham em múltiplos empregos, todos podem beneficiar. Como resultado, 54% dos líderes do capital humano vêem a flexibilidade do horário de trabalho como importante para a atração de talentos.

3. dar prioridade à saúde e ao bem-estar

É comum as empresas oferecerem benefícios de saúde e bem-estar aos trabalhadores permanentes, mas não aos trabalhadores temporários. No entanto, 62% dos adultos em idade activa em todo o mundo reclamam que um programa de bem-estar é extremamente importante para eles, independentemente do seu tipo de emprego.

Em 2019, a Google começou a exigir aos seus parceiros de RH a prestação de cuidados de saúde e outros benefícios aos seus trabalhadores temporários, em resposta às exigências desses trabalhadores. A Google observou que os trabalhadores a tempo inteiro em geral "estão a ficar descontentes ... e muitas vezes a sua maior preocupação é não ter acesso aos benefícios de que gozam os trabalhadores a tempo inteiro", relata a SHRM. Oferecer algum grau de benefícios de saúde pode, portanto, diferenciá-lo da concorrência.

4. ter com consideração as necessidades familiares

Tal como os trabalhadores permanentes, também os temporários são cônjuges, pais, e prestadores de cuidados nas suas vidas pessoais com requisitos familiares únicos. A nossa análise de 2021 revelou que a maioria dos líderes do capital humano (59%) acredita que uma "cultura de família em primeiro lugar" é uma forte proposta de valor do trabalhador como resultado.

Proporcionar maior flexibilidade no local de trabalho - ajustando o seu horário de trabalho, por exemplo, ou permitindo aos trabalhadores atenderem os seus telemóveis no local de trabalho - pode ajudar. Ao construir uma cultura mais ampla de compreensão dentro da sua empresa, pode anunciar esses benefícios à comunidade laboral temporária.

5. Criar um ambiente de trabalho agradável

De acordo com a própria investigação de Randstad, um ambiente de trabalho agradável é um motivador chave para os trabalhadores temporários. É uma qualidade especialmente atractiva para os trabalhadores mais jovens, que valorizam mais frequentemente um ambiente de trabalho agradável do que a segurança no trabalho ao procurarem trabalho temporário, a nossa investigação encontra. Os empregadores podem anunciar este aspecto juntamente com os outros benefícios que estendem aos trabalhadores temporários.

Começar: transformar o seu programa de trabalho temporário para atrair o talento de hoje

É tempo de elevar a função de RH dentro da sua empresa para satisfazer as expectativas dos trabalhadores temporários. A criação de um plano a longo prazo dá-lhe acesso a um conjunto global de trabalhadores talentosos. O melhor de tudo, investir nestas estratégias coloca-o agora na vanguarda da recuperação económica e do progresso dentro da sua indústria.