O trabalho à distância é um termo definido como um acordo de trabalho em que os trabalhadores podem trabalhar a partir de casa ou de qualquer lugar que escolham - eliminando (ou reduzindo) a necessidade de se deslocar ou viajar para um local físico. Mas, Apesar de o desejo de flexibilidade e liberdade ser elevado, não é para todos e há muito a ter em conta quando se dá esse passo para o mundo virtual do trabalho. A Randstad analisa os prós e os contras. 

 

O trabalho à distância está a aumentar, devido ao aumento de estudos que demonstram mais produtividade e um maior equilíbrio trabalho/vida pessoal nos trabalhadores à distância. A maior disponibilidade e melhoria das plataformas de colaboração online e a pedido (como o Yammer, Zoom e WebEx) facilita a participação de pessoas em reuniões e conferências e o trabalho conjunto em tempo real num ambiente que simula a colaboração presencial.

Para o colaborador, o trabalho remoto proporciona mais independência, controlo do seu tempo e das suas tarefas e pode ser uma forma de colmatar a lacuna entre ser trabalhador por conta de outrem e ser um empresário independente com todos os riscos associados. Mesmo que seja um trabalhador a tempo inteiro a trabalhar à distância, há benefícios inerentes a não estar amarrado a uma secretária das 9h às 17h num escritório localizado longe de casa.

 

Eis cinco razões por que as pessoas estão a preferir opções de trabalho à distância:

 

1 – Permite fazer o próprio horário

Se forem pessoas matinais, podem decidir completar todo o trabalho mais cedo no dia. Se estiverem mais concentrados à noite, podem trabalhar após a hora do jantar. Trabalhar a partir de casa também proporciona mais tempo e menos stress na gestão do dia-a-dia se tiverem filhos pequenos. É claro que a organização e gestão do tempo são muito importantes quando não se tem um horário definido ou alguém a quem reportar, e pode ser uma habilidade que algumas pessoas precisam de desenvolver para serem bem-sucedidas numa posição remota.

 

2 - Mobilidade

Trabalho à distância não significa estarmos amarrados à secretária em casa. Se estivermos a trabalhar à distância, podemos trabalhar literalmente a partir de qualquer lugar! Os trabalhadores à distância podem levar um computador portátil para as práticas desportivas dos seus filhos, trabalhar em cafés e restaurantes, ou ao ar livre; acompanhar um parceiro em viagens de negócios - e muito mais. Os dispositivos eletrónicos portáteis facilitam o trabalho a partir de qualquer lugar e em qualquer altura. Integrar pausas sem estarem ligados ao trabalho é outro desafio para os trabalhadores à distância.

 

3 – Nada de deslocações

Uma desvantagem para muitas pessoas que trabalham num escritório é o longo trajeto para o trabalho. Mesmo que a distância não seja muita, o trânsito na hora de ponta pode acrescentar tempo e stress ao dia de trabalho. As pessoas que escapam à deslocação de ida e volta descobrem que passam esse tempo a trabalhar produtivamente nos seus empregos e têm mais tempo para gastar fora do trabalho. 

 

4 – Nada de “trabalho para se manter ocupado”

Se estão a trabalhar num projeto a partir de casa, quando terminam o projeto ou tarefa, está acabado! Não há necessidade de procurar outra tarefa para gastar tempo até o relógio bater as 17 horas. 

 

5 - Mais tempo em família

A melhor parte do trabalho à distância é poder organizar os projetos em torno do tempo familiar e pessoal. Dependendo do cargo, pode haver certas horas em que se espera que estejam disponíveis para se encontrarem com membros da equipa ou responder a perguntas, mas é muito provável que haja flexibilidade para estarem afastados da secretária durante algum período de tempo durante o dia.

 

 

Embora o trabalho remoto esteja a aumentar e funcione bem para muitas pessoas e organizações, há aspetos negativos associados. Não obstante os prós ainda compensarem os contras, eis quatro dos desafios e obstáculos do trabalho à distância:

 

1 - Isolamento e falta de contacto pessoal com colegas

Sentirmos que não fazemos parte da estrutura da empresa pode ser difícil de gerir quando estamos em casa e todos no escritório estão a desfrutar de um almoço em grupo. Não ter alguém com quem almoçar ou com quem rir pode aumentar esses sentimentos de isolamento. E ver fisicamente as pessoas? A absorção das suas expressões e linguagem corporal é uma resposta psicológica à interação pessoal, e quando nos correspondemos apenas por email não é possível captar essas sugestões como se fosse possível em pessoa. 

 

2 – Dificuldade de promoção

Os trabalhadores à distância estão a ser tão promovidos como os do escritório? O ditado "longe da vista, longe do coração" pode ser verdade em determinados casos. Aqueles que entram diariamente no escritório são fisicamente vistos e têm mais destaque para os gestores. 

 

3 - Estereótipos e mal-entendidos

As pessoas que não trabalham virtualmente presumem que é mais fácil do que ir fisicamente para o trabalho. Mas não é assim, necessariamente. Já tentaram trabalhar enquanto as crianças interrompem constantemente? Além disso, alguns trabalhadores à distância queixam-se de não fazerem uma pausa para almoço porque vão lavar roupa ou limpar a cozinha e, quando dão por isso, está na hora de voltar ao computador.

 

4 – Excesso de trabalho 

Com a sensação de estarem sempre "ligados" e a trabalhar 24 horas por dia, os trabalhadores à distância são confrontados com o facto de não conseguirem separar o trabalho da vida pessoal. Não ter um horário específico ou ter o "escritório" sempre perto da cozinha ou do quarto torna difícil terminar o dia de trabalho, pois estamos constantemente a verificar o telemóvel ou a caixa de entrada do email. É necessário um autocontrolo extremo.

 

 

Ter uma força de trabalho à distância pode poupar dinheiro a uma empresa em despesas com infraestruturas físicas, além dos recursos de escritório. No entanto, ainda existem obstáculos para algumas pessoas que querem horários mais flexíveis, ou a oportunidade de trabalhar em modo totalmente remoto.

 

Eis cinco objeções comuns ao trabalho à distância:

1 - Construir uma equipa

O impacto na equipa de se reunir fisicamente ou de simplesmente falar/trabalhar em tempo real devido aos diferentes fusos horários pode ser um enorme desafio. Além disso, quando as equipas estão a trabalhar em colaboração num projeto, até verem o produto final, a equipa e o gestor podem não conseguir determinar se o trabalhador à distância está a trabalhar no projeto de forma adequada e se o trabalho está a cumprir os objetivos e normas. Estejam preparados para frequentes controlos de desempenho para garantir que todos estão no mesmo registo e para vos ajudar a produzir um produto final de qualidade.

 

2 - Falta de comunicação

Para que a operação seja eficaz, é necessário que haja linhas abertas de comunicação e uma coordenação sem falhas dos membros da equipa virtual. Muitas vezes, os gestores precisam de implementar canais de comunicação adicionais, quer sejam ferramentas de colaboração interna como o Yammer, concursos divertidos, ou reuniões digitais semanais.

 

3 - Agendamento

Uma das partes mais difíceis do trabalho remoto é coordenar um tempo de trabalho que acomode pessoas de todo o mundo. Quando as diferenças de fuso horário são um fator, as variações culturais e os diferentes modos de vida criam desafios significativos.

 

4 - Cultura empresarial

Para criar uma atmosfera de inclusão, a gestão precisa de assegurar que todas as práticas, disciplinas e ferramentas de apoio aos trabalhadores à distância estão em vigor. Quando a sede realiza festas, competições amigáveis ou regalias como bilhetes para jogos desportivos ou museus, isto pode fazer com que o trabalhador à distância se sinta fora do grupo e ignorado. Eles querem ser incluídos no ambiente empresarial, mesmo que não possam estar lá fisicamente.

 

5 - Desempenho do trabalhador

Um enorme desafio é a dificuldade em acompanhar o desempenho e assegurar que o tempo e a eficiência do trabalhador à distância estão à altura dos padrões. Os gestores precisam de estar atentos à gestão do tempo e à qualidade dos resultados do trabalho. É mais difícil acompanhar isto virtualmente do que quando se vê fisicamente a pessoa no escritório.

 

O emprego virtual está definitivamente em crescimento, pelo que ser pró-ativos e compreender os benefícios e desvantagens do trabalho remoto hoje ajudará a estar preparado para trabalhar a partir de casa amanhã.