A Randstad Portugal disponibiliza de forma gratuita o scan de protocolos de
segurança, através de uma análise comparativa que avalia se as dimensões
são todas consideradas e qual o nível de risco em cada uma delas.

Na base desta avaliação estão centenas de protocolos recolhidos
mundialmente pela Randstad, que permitiram à empresa de Recursos
Humanos elaborar uma checklist e oferecer agora a todas as empresas esta
verificação. Da mesma forma, a Randstad disponibiliza checklists de protocolos
setoriais e protocolos anonimizados de empresas para suportar a realização de
protocolos a empresas que ainda não o tenham feito.
Não obstante, José Miguel Leonardo, CEO da Randstad Portugal, ressalva:
«Não fazemos protocolos e isto tem de ficar bem claro. O que disponibilizamos
são modelos e checklists que permitem conhecer como empresas do mesmo
sector responderam ao risco nas várias dimensões da segurança.»

Reforçar a confiança


No programa “Reforçar a confiança”, a empresa de Recursos Humanos
apresenta também o modelo de comunicação contínuo que tem com os seus
trabalhadores. Começa no dia em que este é seleccionado, em que recebe um
documento de suporte à segurança e, depois, todas as semanas vai ter uma
interacção de segurança, de forma a garantir o conhecimento profundo de
todas as medidas.
No final da primeira semana de trabalho, a Randstad realiza um questionário
para medir a confiança do trabalhador em relação às medidas de segurança
implementadas na empresa onde trabalha e ao conhecimento das mesmas.
Também no âmbito desta iniciativa, a Randstad apresenta o seu modelo de
interacção com candidatos, reforçando o uso das suas soluções digitais nas
várias fases do processo. O contact center da empresa, quer seja através de
voz (linha gratuita) ou webchat e redes sociais, tem também «um papel crucial
na captação de candidaturas e na validação e acompanhamento. O foco está
sempre na experiência e na proximidade de quem esteve sempre aberto e
nunca deixou de funcionar», destaca-se.


O CEO da Randstad conclui: «A insegurança não está ligada a nenhum vínculo
laboral, mas sim à falta de medidas de prevenção e de consciencialização das
pessoas. Porque para a Randstad a segurança não é um tema novo,
assumimos um papel ainda mais activo em garantir este reforço da confiança,
com iniciativas concretas e com a sincera motivação de contribuir para a
retoma da economia.»

As empresas podem enviar os seus protocolos para ser feito o scan ou solicitar
modelos para construir os seus, através do preenchimento deste formulário.