A entrevista telefónica faz parte de um método de recrutamento popular. Muitas empresas iniciam o processo de entrevista de emprego com uma entrevista telefónica para falar com candidatos que pareçam ter o perfil pretendido. É, normalmente, uma breve chamada de 10 a 15 minutos para saber mais sobre si e para determinarem se devem seguir para uma entrevista presencial.

Como candidato, o seu objectivo é chegar à próxima ronda de entrevistas. Mesmo que uma entrevista por telefone pareça relativamente fácil, não a tome de ânimo leve. Deve tratá-la como uma entrevista presencial, faça o seu trabalho de casa e esteja preparado para responder a qualquer tipo de pergunta sobre as suas competências, experiência, percurso profissional e motivação para ser selecionado para o emprego.
 

164.jpg

Apresentamos 13 dicas para entrevistas por telefone que o vão ajudar a causar uma grande impressão e a garantir uma entrevista presencial.

Encontre um espaço tranquilo

Um cão a ladrar, um colega de trabalho barulhento, barulho de rua ou mesmo a televisão são coisas que um entrevistador não quer ouvir quando lhe telefonam para uma entrevista. O barulho de fundo pode interromper seriamente a sua entrevista. Mesmo que o entrevistador o consiga ouvir, pode distrair-se, perder a sua linha de pensamento e ter dificuldade em concentrar-se.

Encontre um espaço tranquilo em casa, ou no trabalho, onde esteja longe de distrações comuns, como crianças, animais de estimação, televisão e colegas. É também importante fechar todas as aplicações das redes sociais e remover qualquer outra coisa que o possa distrair.

Verifique a sua rede

A maioria das pessoas utiliza telemóveis. Assim sendo, problemas de rede são uma possibilidade. Certifique-se de tem sinal do seu telemóvel com antecedência. Se tiver uma boa ligação, permaneça no mesmo local durante o período da chamada. Melhor ainda - utilize uma linha fixa, se possível. Também - desligue o telefone e as notificações das redes sociais para que não seja interrompido durante a chamada.

Aja como se fosse uma entrevista presencial

Uma entrevista telefónica é tão importante como uma entrevista presencial, por isso trate-a como tal. Evite levá-la demasiado a sério ou adoptar uma abordagem mais descontraída. Dedique o mesmo tempo a pesquisar a empresa, a reler o papel da função e a descobrir como  se destacar como grande candidato ao cargo. Se você quer o trabalho, primeiro tem que conquistá-los pelo telefone.

Abandone o pijama

Mesmo que esteja em casa e queira estar confortável, é importante estar no estado de espírito certo. Por isso, abandone o pijama e escolha uma roupa que o ajude a sentir-se confiante. Lembre-se que, mesmo estando ao telefone, é uma entrevista de emprego. Prepare-se para a chamada como se estivesse a fazer uma entrevista presencial.

Atenda você mesmo o telefone

Atenda sempre o telefone você mesmo. Não deixe os seus filhos, parceiro ou outra pessoa da sua casa atenderem o telefone por si. Você sabe quando a chamada é agendada, esteja pronto e disponível para a atender.

Saiba com quem está a falar

Quando receber o pedido para uma entrevista telefónica, certifique-se de que descobre com quem vai falar na chamada. É importante conhecer esta informação para poder pesquisar a pessoa e compreender o seu papel na empresa e no processo de selecção. Há a possibilidade de falar com várias pessoas e isto pode mudar a sua abordagem ao telefonema.

Fale devagar e com clareza

Todos os tipos de entrevistas de emprego podem ser um embrulho nervoso. O seu ritmo cardíaco vai aumentar, pode ficar nervoso, e pode apressar as suas palavras. Lembre-se de falar devagar e com clareza. Mantenha o seu telefone perto da boca e evite colocá-lo em alta voz. O telefone pode tornar mais difícil a audição. Faça o seu melhor para comunicar da forma mais eficaz possível.

Tenha o seu currículo e a descrição de funções perto de si

Uma das vantagens das entrevistas telefónicas é poder ter o seu currículo, a descrição das funções e outros materiais à sua frente para referência. Se for necessário, faça uma folha de consulta para a chamada. Enumere os pontos importantes que pretende comunicar. Tenha respostas escritas para as perguntas mais comuns. Utilize os recursos à sua disposição para tirar o máximo partido da chamada.

Tenha um bloco de notas por perto

Manter um caderno ou bloco de notas e uma caneta à mão permite-lhe apontar informação durante a entrevista. Nunca se sabe o que o entrevistador pode dizer que possa querer recordar mais tarde. Talvez o entrevistador tenha mencionado informações importantes sobre o trabalho, tenha feito uma observação importante sobre a empresa, lhe tenha oferecido alguns conselhos ou ideias. Esteja preparado para anotar.

Mostre a sua personalidade

Não tenha medo de mostrar a sua personalidade. Uma entrevista telefónica dá-lhe a oportunidade de dar vida ao que afirmou no seu currículo. Seja caloroso, envolvente e genuíno e ajude o entrevistador a compreender mais sobre si através da sua personalidade.

Faça perguntas

Tal como uma entrevista presencial, esteja preparado para fazer perguntas sobre o trabalho. Faça 2-3 perguntas sobre a descrição do cargo, o papel ou a empresa. Isto irá mostrar que está interessado no trabalho e ansioso por ser selecionado para uma entrevista presencial.

Pergunte sobre os próximos passos

Isto é importante. Ninguém quer ficar às escuras sobre quando pode esperar ouvir falar de um emprego de uma empresa. Pergunte sobre os próximos passos no final da chamada. Dependendo da empresa, o próximo passo pode ser outra entrevista por telefone ou uma série de entrevistas presenciais. É bom saber o que esperar  para poder planear em conformidade. Também mostrará ao entrevistador que está interessado em dar o próximo passo no processo de contratação.

Envie um e-mail de agradecimento

Após a chamada, envie um e-mail para agradecer ao entrevistador pelo seu tempo e reafirmar o seu interesse na função. Seja breve e directo. Isto irá ajudá-lo a manter-se no topo quando a empresa estiver a escolher candidatos para continuar a entrevistar.

 

fonte: randstad canada