o impacto da tecnologia na gestão de pessoas

O digital ocupa um espaço cada vez mais predominante no mundo empresarial. A comunicação passou a contemplar mais este meio do que qualquer outro, os modelos de trabalho adaptaram-se à nova realidade e surgiram novas ferramentas colaborativas que facilitam a partilha de informação. Mas em que campos tem a tecnologia maior impacto nas empresas? De que forma influencia a gestão de pessoas? A Randstad marcou presença na IX Conferência da Executive Digest, que decorreu em Lisboa no dia 1 de Dezembro, para perceber a perspectiva dos especialistas presentes sobre este tema.

A relação com o cliente (36%), o trabalho administrativo (26%) e o recrutamento e selecção de novos profissionais (25%) são as áreas nas quais se acredita que o digital tem um maior impacto na vida das empresas. 

Mas desengane-se quem pensa que a evolução da tecnologia vem reduzir a importância das pessoas nas organizações: 61% acredita que o digital não vem retirar importância ao factor humano e 21% defende mesmo que a escolha da pessoa certa para cada função é ainda mais crucial, uma vez que as pessoas passam a executar tarefas cada vez mais insubstituíveis, como processos criativos e decisões críticas no quotidiano empresarial.

Além disso, processos como aqueles que são considerados os principais desafios durante este processo de digitalização – manter a competitividade da empresa face a negócios digitais concorrentes (36%) e acompanhar a rapidez tecnológica (26%) – só serão possíveis através de uma acção conjunta da componente digital e da eficaz execução por parte dos colaboradores. 

< voltar à página anterior