the big shift: ideias para uma empresa “future proof”

Já muito se falou do futuro das empresas, dos negócios e dos profissionais. A única certeza é que o futuro será totalmente diferente do que hoje conseguimos imaginar. O que já sabemos hoje é que nos próximos anos, no mundo dos negócios e do trabalho, vai haver muita velocidade, acontecimentos inesperados, cada vez mais tecnologia (AI, machine learning, robótica…), customer centricity, profissionais e relações profissionais diferentes dos que estamos habituados. No dia-a-dia das organizações, a mudança e a complexidade vai ser “the new way of life”.

O segredo (felizmente mal guardado) para uma empresa ter sucesso no futuro e para “lead rather than follow” vai ser resolver a fórmula simples: antecipar as necessidades do mercado, dos clientes e do negócio + desenvolver uma work force talentosa, criativa, comprometida, ágil e totalmente alinhada com a estratégia de negócio.

A gestão do talento tem o desafio de apoiar obrigatoriamente os “long term goals” e trazer valor extra ao negócio. Estes “talent leaders” vão ter que estar muito mais dentro do negócio e ser capazes de uma gestão muito flexível, muito intuitiva, mas muito humana e autêntica. Só com este plano se consegue responder às exigências do negócio em cada momento e simultaneamente, continuar a ser uma empresa onde os melhores profissionais querem trabalhar e se sentem bem.

6 ideias para ter uma empresa future proof (não apresentadas por ordem de importância):

1. Escolher o talento certo para o futuro. Profissionais com “match” com a empresa (cultura, negócio e estratégia), claramente fortes nas competências que serão decisivas no futuro (inteligência e equilíbrio emocional; innovative solutions oriented; abertura à diversidade, adaptabilidade (no mindset, na forma de trabalhar e de se relacionar), foco no seu próprio desenvolvimento pessoal e profissional; propósito e compromisso, agilidade, etc.). 
2. Cuidar do talento que temos hoje. Ouvir, informar, apoiar, desenvolver (reskilling & retraining), respeitar e valorizar todos e cada um dos colaboradores. Ingredientes simples e básicos para ter a melhor employee experience and journey.
3. Antecipar tendências futuras e acontecimentos: medir a actividade de negócio e o mercado, analisar, perguntar e ouvir e dar espaço à intuição. 
4. Tecnologia. A tecnologia deve estar presente no dia-a-dia do negócio, no máximo de iniciativas possíveis desde que esteja a servir a empresa e o trabalho e não o contrário. 
5. Aceitar e integrar novas formas de trabalho, novas soluções e novos perfis de profissionais. No futuro, equipas multidisciplinares, multiculturais, multigeracionais vão trabalhar por projeto, em várias empresas, em diferentes lugares do mundo, em momentos diferentes Toda esta complexidade e diversidade tem de ser transformada em simplicidade e resultado. 
6. As interacções com todos os grupos de relação - cliente, colaboradores, ex-colaborador, candidatos, fornecedores, parceiros, concorrentes – têm de ser win-win, autênticas, atenciosas e humanas. Como dizemos na randstad: Human Forward!

As soluções de outplacement e de career counseling são ferramentas poderosas na antecipação desta realidade nas empresas e nos profissionais, que fortalecem a capacidade de apoiar organizações e talentos na sua evolução e ágil adaptação às exigências do mercado, garantindo uma proposta de valor diferenciada e inovadora. Estas soluções permitem potenciar o desenvolvimento pessoal e profissional das pessoas conhecendo os seus objetivos de carreira, apresentando-lhes alternativas na própria empresa ou no mercado de trabalho e apoiando na transição para um novo projeto, ao mesmo tempo que se garante que os participantes deste tipo de programas estão conscientes e preparados para a dinâmica do trabalho no futuro.
 

 

Ana Viçoso, manager da área de outplacement, Randstad Portugal

< voltar à página anterior