RPO: solução de recrutamento à medida

O Recruitment Process Outsourcing (RPO) vem dar resposta à evolução empresarial e à necessidade de adaptação, de forma rápida e eficaz, a um ambiente extremamente dinâmico em que as mudanças acontecem de forma espontânea. Representa, acima de tudo, uma solução totalmente à medida das necessidades de recrutamento de uma empresa, que o timing e a qualidade da seleção são fundamentais.

Hoje, o profissional ideal é cada vez mais um perfil completo e dinâmico. As empresas procuram profissionais curiosos, proactivos e com elevada capacidade de adaptação à mudança, independentemente do perfil técnico em causa. É a necessidade de encontrar estes profissionais, de forma rápida e eficaz, que o RPO dá resposta. É tido como uma extensão do departamento de Recursos Humanos da empresa, abordando o recrutamento de forma directa e no seio da estrutura, contando com profissionais altamente especializados em recrutamento e seleção. Uma solução recente na estrutura da Randstad mas já com histórico de sucesso, que representa uma verdadeira mais-valia em vários sectores. Inês Casaca, Business Unit Manager responsável pela área ajuda a esclarecer:

- O que é, exactamente, o RPO?
É uma solução de recrutamento que representa uma forma mais completa e próxima de trabalhar os processos de recrutamento e selecção dos clientes. Cada projecto implica uma metodologia e equipa desenhadas à medida, que se pode iniciar trabalhando o employer branding do cliente até ao onboarding dos novos colaboradores. 

- Como funciona?
Após identificada a necessidade em número e tipo de perfis a recrutar, são calculados os recursos necessários (número de consultores) a alocar ao projecto de forma a conseguir preencher as vagas em aberto, no timing definido com o cliente. São estabelecidos SLAs (Service Level Agreement) e KPIs (Key Performance Indicators), que são mensalmente revistos. A equipa de consultores passa a recrutar exclusivamente para o cliente.

- A quem se dirige? 
Esta solução, por ser totalmente “chave na mão”, é dirigida a qualquer estrutura, desde de empresas de grande dimensão que têm um objectivo de recrutamento ambicioso; até à realidade de pequenas empresas e/ou startups que reconhecem a necessidade de contar com o apoio de consultores especializados.

- Em que situações deve ser usado?
O RPO poderá ser utilizado em situações distintas, em que se verifiquem necessidades de volume de recrutamento e/ou em que o departamento de Recursos Humanos do cliente não reúna disponibilidade para dar resposta às necessidades de recrutamento das áreas de negócio internas. 

- Quais as vantagens?
Para os clientes: a proximidade com a realidade e estrutura interna do cliente e a presença junto dos hiring managers, key users deste serviço, permite uma resposta mais rápida e assertiva às necessidades de recrutamento. A capacidade de resposta da equipa é incrementada pela sensibilidade e know how adquiridos junto da estrutura cliente, permitindo um desenvolvimento do processo de acordo com as suas guidelines. Para os departamentos de recursos humanos, representa ainda uma mais-valia por poderem contar temporariamente com uma equipa especializada, que na sua atuação cumpre as metodologias e passa os valores característicos da empresa. 
Para os candidatos: trata-se de uma experiência mais completa, tendo em conta o acompanhamento e informação partilhada ao longo do processo. Aos consultores RPO é permitido passarem uma visão realista da estrutura cliente, da sua proposta de valor e da cultura da organização.  

- Esta solução tem impacto para o negócio?
A elevada capacidade de adaptação dos consultores à realidade do cliente, assim como o facto de se acompanhar os hiring managers e as diferentes áreas de negócio directamente, permitem um impacto extremamente positivo no resultado final dos processos e, logo, impactando no sucesso do nosso cliente. Também por isso o RPO é uma solução cada vez mais procurada, por permitir acima de tudo aliviar o volume de trabalho e pressão, muitas vezes sentidos pelas áreas de recursos humanos, em dar resposta às necessidades constantes e muitas vezes repentinas de novos recrutamentos para o negócio. Por outro lado, para as áreas de negócio representa um serviço de qualidade que acarreta consigo uma elevada capacidade de resposta. 

- O RPO coloca em causa a existência das áreas de recursos humanos das empresas?
Isso é um mito. O RPO não substitui a necessidade de ter um responsável/ departamento de recrutamento e seleção nas empresas. Vem, sim, reforçar a equipa de qualquer estrutura de recursos humanos ou responsável de recrutamento. Os consultores atuam como verdadeiros parceiros de negócio, como parte da equipa. 
O recurso a esta solução é definido no tempo e a mesma adapta-se totalmente à realidade da empresa cliente, reforçando a ideia de suporte e apoio ao desenvolvimento dos processos em causa. Os departamentos de gestão de pessoas ou o responsável pelo recrutamento deverá actuar como guia/gestor da equipa de RPO e facilita imenso a adaptação dos consultores à estrutura do cliente. 

- O que diferencia a oferta de RPO da Randstad?
A Randstad trabalha as necessidades de recrutamento em volume e/ou com especificidades concretas que impliquem alocação exclusiva dos consultores ao cliente em causa a nível nacional. O nosso objectivo é proporcionar aos clientes e candidatos a melhor experiência possível, garantindo a qualidade em todos os processos e interacções, com vista a atingir o mais rapidamente possível as metas definidas. Por outro lado acreditamos que a componente de inovação é outro dos elementos distintivos. Os projectos RPO são totalmente adaptáveis às necessidades do cliente e representam um serviço global de recrutamento. 
O facto de sermos a empresa líder de mercado no nosso setor também permite o uso de tecnologia e tools específicas de sourcing de candidatos e market research, bem como de marketing e comunicação dos projectos, aumentando a eficácia. As tecnologias usadas passam por base de dados nacionais e internacionais de candidatos, devidamente autorizadas, campanhas online de divulgação de oportunidades, ferramentas de big data, scrapping, assessment e analytics.

- Quais as métricas utilizadas?
As métricas são definidas inicialmente com o cliente, sendo criado um report à medida do projecto, que inclui nível de actividade dos consultores e análise de performance. Mensalmente, é apresentado o relatório ao cliente. Os resultados e áreas de melhoria são discutidos presencialmente.

- Qual o balanço de 2017?
Em 2017, a Randstad recrutou para os clientes RPO cerca de 500 profissionais, com perfis muito variados: engenheiros químicos, engenheiros de telecomunicações, financeiros, compras, marketing, IT, entre outros; com uma equipa de 12 consultores residentes nas instalações do cliente. Os clientes que recorreram a esta solução pertencem a diferentes sectores como, por exemplo, farmacêutico; logística e transportes; telecomunicações e IT.

< voltar à página anterior