Portugal como destino de eleição de serviços IT

O mercado de Outsourcing de serviços de IT continua a crescer em Portugal, sendo o nosso país um destino que faz parte da lista dos países mais procurados para implementação de operações de nearshoring de IT, tendência que tem transformado este setor. Segundo a Consultora Gartner e o seu estudo “30 leading locations for Offshore services 2014”, Portugal integra o grupo dos 14 destinos mais recomendados para este tipo de serviços a nível mundial.

Factores como a qualidade dos nossos recursos, que é reconhecida a nível nacional e internacional, quando comparada com outras geografias, a nossa avançada infra-estrutura de comunicações e de redes de nova geração, sem esquecer outro factor menos positivo mas não menos importante, que é a competitividade do custo de mão de obra qualificada, são, sem dúvida, aspectos a ter em conta para a implementação de soluções de Outsourcing em Portugal.

No entanto, a saída de profissionais para o estrangeiro e o número reduzido de especialistas disponíveis em determinadas áreas funcionais tecnológicas, poderá abrandar esse crescimento tão desejado.

Nesse sentido, é necessário que a par das iniciativas que visem a captação de investimento de operações de Nearshoring de IT para o nosso país, seja desde cedo desenvolvida uma boa estratégia de recrutamento e selecção, através de parcerias com empresas de recursos humanos, idealmente com uma actuação especializada no sector das Tecnologias de Informação, como é o caso da Randstad Technologies, que conhece essas contrariedades e detém já experiência no desenvolvimento de soluções de captação de novas fontes de recrutamento. 

 

Pedro Mota

Director Randstad Technologies

< voltar à página anterior