outplacement: transição e reputação

O despedimento de um ou mais trabalhadores, independentemente do motivo, tem uma carga emocional muito forte para o ou os visados, mas também deixa marcas na organização, seja para os colaboradores seja para a reputação da própria empresa. Uma das formas de trabalhar todos este vetores são os programas de outplacement dirigidos para o profissional que fica desempregado, mas com impacto em todo o ecossistema.

Ao integrar um programa de Outplacement o profissional foca o seu dia-a-dia na reintegração profissional e não no despedimento, no envolvimento emocional de uma saída e de se encontrar numa fase de transição de carreira. Estes programas são direcionados para o profissional, é feita uma análise cuidada ao perfil e experiência do indivíduo. O acompanhamento dado ao candidato procura identificar as suas competências chave e tem sempre como objetivo último a reintegração profissional.

A empresa beneficia em termos de imagem interna e externa. Os trabalhadores que permanecem na empresa também vêem este programa como algo positivo para a equipa e a motivação e dinâmica de trabalho não se alteram.

< voltar à página anterior