#3 meses na primeira pessoa - pessoas com história

Esta experiência tem sido muito enriquecedora, não só pelo projecto, mas também, e mais importante, pela oportunidade de conhecer as histórias de diferentes pessoas. O TLED apoia PME no desenvolvimento de negócios e parte do meu trabalho aqui é visitar os empreendedores. Deixo algumas dos projectos e histórias que marcaram o meu trabalho e, consequentemente, a mim.

Tejo Honey
O projecto surge pela necessidade de educar a população na prevenção de incêndios. O casal, Theresa e John, têm background em apicultura, e decidiram intervir directamente na comunidade. Ao ensinar os agricultores a produzir mel, conseguiram reduzir em 40% os incêndios no distrito de Iringa.
Atualmente produzem mel mas também compram a outros parceiros. Vendem o produto em quase todo o país, incluindo Zanzibar e estão inclusivamente a ponderar exportar, uma vez que já surgiram contatos de compradores do Canadá.
O TLED ajudou em questões como marketing, finanças, presença em feiras alimentares e ainda a candidatura a um subsídio que garante acesso a novas máquinas de produção.
O John refere que a Theresa é a amiga de negócios! Abaixo, o casal com algumas colmeias.

Mama Gloria
Gloria tem um portefólio vasto de produtos alimentares entre arroz, mel e “nutricious flower”, este último com uma história interessante. Com familiares diabéticos, Gloria sentiu necessidade de encontrar uma receita nutritiva e direccionada para pessoas com o problema. Com uma mistura de vegetais e frutos que compra no mercado local, e ainda alguns que cultiva no quintal, apresenta o primeiro, e até agora único, produto direccionado para diabéticos na Tanzânia. Recebeu suporte do TLED na criação do logótipo e orientação nos conceitos de marketing e vendas. Acolheu-nos em casa, de forma informal, como sempre. Veste uma camisola da seleção de futebol da Tanzânia. Sempre bem-disposta!

Shangazi – Laundry Soap
O Munir iniciou uma empresa de produção de sabão em 2016. O produto apenas contém ingredientes naturais, sendo o principal o óleo de palma. Conta que fez um estudo de mercado no distrito e percebeu que o único sabão natural disponível era importado do Quénia. Analisou os preços e custo de produção, identificando que poderia ser uma oportunidade de negócio. Despediu-se da empresa de transportes onde trabalhava e hoje é o único produtor de sabão na região.
O sabão tem diversas utilidades para uso doméstico mas, como parte do plano de negócio, Munir está já a produzir novos produtos com outras fragâncias, tendo como objetivo entrar nos mercados de hotelaria e restauração.
Fiquei surpreendida pela visão de negócio. Foi o único empreendedor que conheci que fez estudos de mercado para perceber as necessidades e oportunidades de negócio.
Contou-me que recebeu formação por parte do TLED, em vendas e negociação, considerando o conceito de rentabilidade o ponto mais importante e decisivo da aprendizagem.