Viana do Castelo acolhe contact centre da Randstad

Viana do Castelo acolhe contact centre da Randstad

A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Randstad Portugal assinam hoje o protocolo de colaboração para a instalação do contact centre da empresa de recursos humanos na cidade, um projeto que prevê empregar 180 pessoas nos próximos 12 meses.

Este centro presta atendimento ao cliente em língua francesa e é mais uma aposta da Randstad no âmbito do projeto para o cliente Altice. Terá capacidade total para a criação de 180 postos de trabalho, dos quais 46 pessoas se encontram já a receber formação. 

Para efetivar este investimento na cidade foi hoje assinado o protocolo de colaboração e contrato de arrendamento, que contou com a presença do Presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, e do CEO da Randstad Portugal, José Miguel Leonardo. Este protocolo fixa as condições de instalação num lote do Parque Empresarial da Praia Norte, num pavilhão que vai ser intervencionado pela autarquia com obras de adaptação e refuncionalização, num investimento de aproximadamente 700 mil euros.

A instalação do contact centre em Viana do Castelo visa criar melhores condições de vida da população ao permitir a diminuição da taxa de desemprego local, atrair nova população tecnicamente qualificada, criar postos de trabalho e revitalizar o tecido económico e social local. Conta ainda com uma forte vertente formativa na língua francesa: para os candidatos com conhecimentos básicos no idioma que pretendam integrar o centro de atendimento existe a possibilidade de formação em francês. Neste âmbito, estão já 25 pessoas a receber formação.

Para José Miguel Leonardo, CEO da Randstad Portugal, “este é um projeto a longo prazo de valorização dos nossos recursos humanos. Através da instalação em regiões fortemente marcadas pela emigração, acreditamos vir a ser um contributo para o retorno das pessoas a este município”. 

Já para o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, este é “mais um investimento que surge em Viana do Castelo e que visa promover a criação de emprego, integrando assim a política municipal de acolhimento empresarial que tem como objetivo gerar condições de atratividade que tem vindo a ter resultados positivos designadamente com os recentes investimentos já concretizados de duas novas fábricas do sector automóvel e a ampliação de duas novas unidades industriais já instaladas em Viana do Castelo”.