Randstad e Microsoft Portugal juntos pelo emprego

Randstad e Microsoft Portugal juntos pelo empregoNo ano Europeu da conciliação entre a vida privada e profissional, as duas empresas dão hoje início a um projecto de responsabilidade social destinado a apoiar familiares e amigos de colaboradores da Microsoft na procura ativa de emprego.

Sabe quantos colaboradores na sua empresa têm pessoas desempregadas na família e/ou no seu círculo? Sabe que essa realidade tem impacto na felicidade e na produtividade das pessoas?
Sabendo que o desemprego é hoje uma realidade para muitas famílias e por isso ter impacto no seu desempenho profissional, a Microsoft e a Randstad avançaram com o projeto de responsabilidade social “Juntos pelo Emprego”. A iniciativa traduz-se na oferta de formação comportamental comparticipada e certificada ao abrigo do POPH (Programa Operacional Potencial Humano), ministrada pela empresa de formação Psicoforma, complementada com workshops dados pelas duas empresas parceiras.

A primeira edição tem início hoje e vai juntar 15 pessoas na formação de “relacionamento interpessoal” num total de 40 horas, durante cinco dias úteis. A Microsoft vai ministrar um workshop em Office contando para isso com os seus colaboradores em regime de voluntariado e a Randstad, através da sua área de responsabilidade social, vai fazer uma sessão sobre CVs, comportamento em entrevista e busca activa de emprego. O papel das duas empresas nesta iniciativa é o de partilhar a sua experiência de mercado de forma a enriquecer as competências dos participantes deste programa. 

“A Randstad é uma empresa de referência no mercado e quando nos apresentaram a parceria aderimos de imediato. Pareceu-nos ser bastante inovador e enquadrado na nossa política de conciliação entre o trabalho e a vida familiar”, explica Vânia Neto, Diretora das áreas de Educação, Responsabilidade Social e Cidadania da Microsoft Portugal. “Além disso, permite também incluir uma parte de voluntariado interno, já que disponibilizamos algumas horas de formação em tecnologias Microsoft”, acrescenta.

Os candidatos desta iniciativa são amigos ou familiares de colaboradores da Microsoft que estão numa situação de desemprego e têm, pelo menos, o 9º ano de escolaridade. Face ao número de interessados, as duas empresas ponderam avançar com uma nova edição em breve.

“Este programa de responsabilidade social pretende com base em parcerias sociais com empresas, contribuir para o desenvolvimento de competências comportamentais de pessoas à procura de emprego. Acreditamos que os workshops dados pelas empresas são também uma forma de partilhar know-how e de fortalecer os currículos de pessoas nesta fase de transição” afirma Catarina Horta, directora de Recursos Humanos da Randstad Portugal.

Mais informações em juntospeloemprego@randstad.pt