redes sociais: uma ferramenta na procura de emprego

Uma parte considerável das experiências humanas são vividas atrás da tela de um computador. Esta é uma tendência que abrange também, e inevitavelmente, a vida profissional. Cerca de 49% da população mundial utiliza as redes sociais na pesquisa de emprego e o Facebook, apesar de não ser considerada a rede profissional de excelência – lugar que ocupa o Linkedin – é a mais utilizada para este tipo de pesquisa.

Empresas e empregadores estão, também, mais sensíveis às redes sociais e por isso o “social recruiting” é, cada vez mais, uma realidade. Sendo uma ferramenta tendencialmente considerada no âmbito profissional, a presença virtual deve ser vista como uma extensão daquelas que são as nossas competências, valores e motivações. Mas saberemos verdadeiramente valorizar-nos e tirar proveito do nosso perfil social? 

Dizemos-lhe, em quatro passos, como pode potenciar a sua presença nas redes sociais:

1. Esteja no Linkedin
Hoje em dia, aqueles que fazem uma procura activa de emprego não podem não estar no Linkedin. E mais do que ter um perfil com informação e percursos profissional actualizados, é importante mostrar-se activo nesta rede, com a partilha e publicação de artigos de interesse.

2. Seja coerente
Certifique-se que existe um elo de ligação entre o seu currículo e aquilo que escreve e partilha nas redes sociais. Cada vez mais as empresas utilizam este meio para conhecer mais sobre os candidatos e a falta de coerência entre o seu perfil e aquilo que diz de si no currículo pode ser um factor desmotivador.

3. Aposte na transparência… na medida certa
Não tenha medo de mostrar aquilo que é: partilhar conteúdo permite-lhe não só demonstrar as suas competências profissionais mas também os seus valores de referência. No entanto, tenha cuidado para não expor conteúdo que possa ser considerado embaraçoso aos olhos do empregador. 

4. Utilize palavras e temas de referência
As redes sociais permitem-lhe descrever, de uma forma bastante realista, a sua identidade, as suas competências e formação. Utilize este recurso em seu benefício. Não basta dizer que tem valor, é preciso demonstrá-lo. Publique conteúdos da sua área de actuação ou da área na qual gostava de trabalhar. Esta pequena acção vai permitir-lhe mostrar que tem interesse, conhecimento e motivação. Pode ser o primeiro passo para se destacar.